Quando eu crescer eu quero ser…

…músico, atriz, cineasta! Três jovens mineiros que sonhavam com suas profissões desde a infância revelam ao SEU LUGAR a satisfação de realizarem, na vida adulta, a fantasia de criança

Luiz Otávio – 29 anos – músico*

Sempre fui apaixonado por rock. Na adolescência, eu e mais três amigos montamos uma banda e fizemos alguns shows em nossa cidade natal, Lavras. Mas a vida acabou levando cada um de nós a seguir seu próprio caminho. Eu me formei como publicitário, passei a gerenciar as empresas da minha família, mas o sonho da música nunca me abandonou. Há quatro anos eu e outro integrante da formação original da banda retomamos o projeto, nos unimos a dois amigos também amantes do rock e demos nova vida ao nosso sonho. Em 2014 estamos lançando profissionalmente a banda Detaus, nosso CD, o primeiro videoclipe da nossa carreira e uma cerveja artesanal com a marca da banda. A alegria por poder realizar hoje o sonho da minha infância e juventude não cabe no peito. É uma felicidade que não tem nome.
*Vocalista e guitarrista da banda Detaus  – (www.detaus.com.br)

Fernanda Aguilar – 32 anos – atriz

Quando eu era criança fazia aulas de balé e sempre adorava estar nos palcos. Na adolescência, comecei a sonhar de verdade em ser atriz. Iniciei um curso de Teatro e me apaixonei definitivamente pela arte de interpretar. Quando estava para prestar vestibular, queria estudar Artes Cênicas, mas meus pais se preocupavam com o meu futuro financeiro e acabei optando por Arquitetura. Depois de um ano mudei para Comunicação Social e me graduei em Jornalismo. Desde então trabalhei como assessora de imprensa. Foram anos difíceis, me dividindo entre o que amo e o que me dava estabilidade financeira. Mas ano passado tudo mudou! Fui aprovada para uma bolsa de estudos no Canadá e agora me dedico completamente ao meu curso e à minha carreira de atriz! Agora sonho em atuar cada vez mais e ser reconhecida em minha profissão.
Cesar Raphael – 28 anos – cineasta*

Desde os seis anos eu brincava de ser cineasta. Meu companheiro de brincadeiras na época era meu primo Thiago Bento, que atualmente é meu sócio na empresa Lumiart. Sinto-me hoje como uma criança grande e tenho a sensação de realização e gratidão pela oportunidade de “viver o sonho”. Ao mesmo tempo, percebo o tanto que o trabalho duro e o sacrifício são decisivos no processo de fazer qualquer sonho se tornar realidade. Mas sinto que só estou começando, ainda nos primeiros passos da minha carreira, aprendizado e evolução. Estou curtindo a jornada e vivendo pelo ditado “não é com mágica que se cria um bom trabalho, é com um bom trabalho que se cria mágica”.
*Diretor do longa-metragem The traveler, em fase de filmagem, em Hollywood

One thought on “Quando eu crescer eu quero ser…

  1. corburt erilio

    Hi my friend! I want to say that this post is amazing, nice written and include approximately all significant infos. I would like to see more posts like this.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.