30 de Novembro: Dia do síndico

Na data que homenageia quem doa seu tempo pelo bem do condomínio, conheça as responsabilidades da atividade e alternativas profissionais ao cargo.

Condomínio, em latim condominium, se refere ao domínio de mais de uma pessoa sobre determinado bem e, nessa definição, se encaixam os prédios residenciais. Mas, para gerenciar o patrimônio imóvel de todos, é preciso que alguém assuma e encare os problemas, colocando-se à disposição para equilibrar questões administrativas e conflitos internos. Surge então a figura do síndico.

A tarefa é árdua. O cargo exige conhecimento, comprometimento, capacidade de gestão da estrutura física e das pessoas, paciência, compreensão, responsabilidade e empatia.  É preciso abdicar do tempo com a família para atender às emergências, manter as contas do condomínio em dia e ter uma boa relação com os funcionários e outros moradores.

O trabalho é tanto que existe até uma data para reconhecer o esforço de quem se dedica a ele: o dia 30 de novembro, dia do síndico. Conciliar vida pessoal, profissional e ainda ter que resolver os problemas do prédio é um desafio diário encarado com exímio por Breno Lanna, o eleito para cuidar do edifício San Tiago, da ARTES CONSTRUTORA.

“O grande desafio é dar conta de todas as obrigações de rotina da função e ainda conseguir fazer algo extra, criar uma melhoria que valorize o patrimônio, que facilite a rotina dos condôminos, que torne o espaço mais seguro ou a taxa de condomínio mais baixa”, revela Breno Lanna, 36, publicitário. Ele acredita que o segredo é manter uma boa comunicação com os moradores e, para isso, adota regras claras de convivência, priorizando segurança, economia e sustentabilidade.

Breno conta ainda que este é um momento delicado na gestão do edifício San Tiago, pois é a fase inicial de constituição do condomínio. E, como já foi síndico em outro prédio, usa a experiência na definição do regime de funcionamento, taxa mensal, aquisição de enxoval e benfeitorias no local. O publicitário fala ainda que liderar e estar sujeito a imprevistos é um grande desafio. Um portão que não abre, um morador preso no elevador ou um funcionário que perde as chaves são algumas das situações às quais a vivência em um condomínio está suscetível. Consciente disso e trabalhando todos os dias para se precaver dos riscos, Breno fica feliz em poder doar seu tempo para construir um lar.  “Estou me dedicando a tornar um lugar melhor o prédio que escolhi para morar”, conclui.

OUTRAS OPÇÕES

Com o passar dos anos o cargo de síndico acumulou diversas funções e ficou mais complexo. Por isso, para auxiliar o síndico condômino em sua gestão surgem as administradoras e conservadoras, sendo possível até contratar um síndico profissional.

Carlos Eduardo Alves de Queiroz, presidente do Sindicato dos Condomínios Comerciais, Residenciais e Mistos de Belo Horizonte e Região Metropolitana (SINDICON), fala um pouco sobre esses tipos de gestores e dá dicas importantes para quem deseja contratar esses profissionais. Confira:

Síndico profissional – normalmente administra mais de um condomínio. Não precisa ser proprietário de nenhuma unidade no prédio e exerce as mesmas funções que um síndico condômino: convoca e preside assembleias, contrata e dispensa funcionários, age na solução de conflitos, paga contas e representa o condomínio em questões judiciais. Suas responsabilidades são determinadas pela assembleia de condôminos que determinou a contratação.

Administradora – cuida da contabilidade do condomínio. Por isso, é importante que o síndico do prédio fique atento e cobre mensalmente o envio dos balancetes, pois às vezes comete-se o erro de entregar tudo nas mãos da empresa e ele se esquece de que tem que prestar conta do dinheiro gasto aos condôminos. Recomenda-se que o síndico mantenha os recursos e faça todas as transações financeiras na conta bancária do próprio condomínio. É mais seguro e evita que ele caia em eventuais golpes.

Conservadoras – empresas que intermediam a contratação de mão de obra terceirizada pelo condomínio. Os trabalhadores são funcionários das empresas, locados nos condomínios clientes de acordo com a necessidade de cada um. Não tem qualquer função administrativa no prédio, embora algumas administradoras também façam o trabalho de conservação. Mesmo assim, o síndico deve ficar atento ao pagamento das obrigações trabalhistas, pois caso a empresa descumpra o que diz a legislação, o condomínio pode ser responsabilizado solidariamente.

RESPONSABILIDADE LEGAL

Que a função de síndico carrega em si uma imensa responsabilidade, todo mundo já sabe, mas o que alguns desconhecem são as obrigações e sanções legais que o cargo traz. Por exemplo, caso haja omissão, desleixo ou má gestão na conservação e guarda das partes comuns do condomínio ou descontinuidade na prestação dos serviços essenciais desse, o síndico pode responder civil ou criminalmente por suas ações.

De acordo com o artigo 1.348 do Código Civil, as competências do síndico são:

• convocar a assembleia dos condôminos;

• representar ativa e/ou passivamente o condomínio em juízo ou fora dele os atos necessários à defesa dos interesses comuns;

• dar imediato conhecimento à assembleia da existência de procedimento judicial ou administrativo de interesse do condomínio;

• fazer valer e cumprir a convenção, o regimento interno e as determinações da assembleia;

• diligenciar a conservação e a guarda das partes comuns e zelar pela prestação dos serviços que interessem aos possuidores;

• elaborar orçamento da receita e da despesa relativa a cada ano;

• cobrar dos condôminos o pagamento das cotas, bem como impor e cobrar multas devidas;

• realizar o seguro da edificação;

• prestar contas à assembleia anualmente e quando for exigido.

 

2 thoughts on “30 de Novembro: Dia do síndico

  1. corburterilio

    of course like your website but you need to take a look at the spelling on several of your posts. Many of them are rife with spelling problems and I in finding it very bothersome to inform the reality nevertheless I will certainly come again again.

  2. suba me

    2lStUc This blog was how do you say it? Relevant!! Finally I have found something that helped me. Many thanks!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.